Envelope laranja e branco Impressora laranja e branca Mapa do Site Tamanho da Fonte Ícone de + para aumentar a fonte Ícone de A para retornar à fonte padrão Ícone de + para diminuir a fonte Contraste Ícone habilitar contraste Ícone desabilitar contraste
Logo do Facebook Logo do Flickr Logo do Instagram
Logo do Conselho Regional de Psicologia

Comissão de Educação do Senado discute PL do Ato Médico na próxima quarta (25)

Postado no dia 24 de abril de 2012, às 17:21

Audiência pública terá participação do presidente do CFP, Humberto Verona, e de presidentes de outros conselhos da saúde

jotapegue

Conheça a nova marca da campanha contra o Ato Médico

A Comissão de Educação do Senado Federal realiza, nesta quarta-feira (25), audiência pública sobre o Projeto de Lei 268/2002, o Projeto de Lei do Ato Médico, que altera a regulamentação do exercício da medicina condicionando à autorização do médico o acesso aos serviços de saúde.

O requerimento para a audiência foi apresentado pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB/PB), relator do projeto na Comissão de Educação do Senado.

Participarão da audiência o presidente do Conselho Federal de Medicina, Roberto Luiz d’Ávila; o presidente do Conselho Federal de Psicologia, Humberto Verona; o presidente do Conselho Federal de Fisioterapia, Roberto Mattar Cepeda, o presidente do Conselho Federal de Biomedicina, Sílvio José Secchi; o presidente do Conselho Federal de Enfermagem, Manoel Carlos Neri da Silva e a presidente do Conselho Federal de Nutrição, Rosane Maria Nascimento da Silva.

Para o Conselho Federal de Psicologia (CFP), a regulamentação da medicina é importante e deve ocorrer, no entanto, como está proposta no PL do Ato Médico é feita em detrimento das atividades das outras profissões da área da saúde.

“Acreditamos que o atual formato da proposição resulta em uma hierarquia profissional, o que é maléfico para o Sistema Único de Saúde, prejudica o exercício profissional da Psicologia e cria uma hierarquização em detrimento à multidisciplinariedade já consagrada pelas profissões de saúde”, afirma o presidente do CFP, Humberto Verona.

Mobilização nacional contra o Ato Médico
O posicionamento do CFP de contrariedade ao PL do Ato Médico como está proposto também é compartilhado por outros conselhos federais e regionais de profissões da saúde. A Frente dos Conselhos das Profissões da Área da Saúde, que reúne os conselhos federais e regionais de Biologia, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Técnicos em radiologia está preparando uma mobilização nacional contra o PL do Ato Médico para o dia 30 de maio, em Brasília.

Clique aqui para enviar mensagens aos senadores questionando o PL do Ato Médico.

Fonte: POL.

Os comentários não refletem a opinião do CRP-16 sobre o assunto e são de inteira responsabilidade de seu autor, que poderá responder à Justiça caso cometa injúria, calúnia, difamação ou agressão a outrem e a esta autarquia, conforme os Termos e Condições de Uso do site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *