Envelope laranja e branco Impressora laranja e branca Mapa do Site Tamanho da Fonte Ícone de + para aumentar a fonte Ícone de A para retornar à fonte padrão Ícone de + para diminuir a fonte Contraste Ícone habilitar contraste Ícone desabilitar contraste
Logo do Facebook Logo do Flickr Logo do Instagram
Logo do Conselho Regional de Psicologia

9º Congresso Nacional da Psicologia começa nesta quinta-feira, 16, com cerca de 270 pessoas de todo o País

Postado no dia 14 de junho de 2016, às 17:36

Delegação capixaba fala sobre a expectativa para o evento, no qual serão definidas as diretrizes de atuação da profissão, a partir das 329 propostas que serão apreciadas. CNP terá transmissão online!   

delegacao_cnp

Psicólogas, psicólogo e estudante de Psicologia vão representar o ES até o dia 19, em Brasília 

Está tudo para o 9º Congresso Nacional da Psicologia (CNP), que é a instância máxima de deliberação do Sistema Conselhos de Psicologia. O evento terá início nesta quinta-feira, 16, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), em Brasília.

Até o dia 19 de junho (domingo), as/os mais de 200 delegadas/os do 9º CNP vão analisar 329 propostas para definirem as diretrizes e as ações políticas, que serão priorizadas pelas próximas gestões do Conselho Federal de Psicologia (CFP) e dos Conselhos Regionais de Psicologia (CRPs), que ficarão à frente das respectivas autarquias no próximo triênio. Ao todo, cerca de 270 pessoas, entre delegadas/os, estudantes e convidadas/os de todo o País, participarão do 9º CNP que tem como tema “Psicologia, no cotidiano, por uma sociedade mais democrática e igualitária”.

O Conselho Regional de Psicologia da 16ª Região/ES estará presente. A delegação capixaba (foto) conta com oito delegadas e um delegado, eleitos pelo 4º Congresso Regional da Psicologia (Corep), realizado nos dias 29 e 30 de abril, em Guarapari. O 4º Corep também aprovou 30 propostas que foram encaminhadas ao 9º CNP.

A delegação capixaba e as/os demais participantes terão quatro dias de atividades em Brasília. Haverá ainda nove grupos de trabalho, que vão debater e deliberar sobre temas como condições de trabalho, democratização do Sistema Conselhos, relação com entidades, transparência, emergências e desastres, criança e adolescente, reforma psiquiátrica e luta antimanicomial, educação, relações raciais, avaliação psicológica, psicoterapia, relação com a Justiça e ampliação do exercício profissional, entre outros, conforme informa a página do CFP.

Ainda segundo o Conselho Federal, as 329 propostas, divididas em três eixos, foram compiladas pela Comissão Organizadora Nacional (Comorg) por afinidade temática a partir de propostas advindas dos 23 Congressos Regionais de Psicologia (Coreps) realizados na etapa anterior.

Todas atividades em Plenária do 9º Congresso Nacional da Psicologia (CNP) serão transmitidas em tempo real pela Internet. Para acessá-las, clique nos links abaixo:

Quinta-feira, dia 16 de junho de 2016 

Sábado, dia 18 de junho de 2016 

Domingo, dia 19 de junho de 2016

Na sexta-feira (17), as delegadas e os delegados estarão divididos nos nove grupos de trabalho, que não serão transmitidos.  Veja mais informações no site do 9º CNP.

CADASTRAMENTO-02Eleições. O 9º Congresso Nacional da Psicologia (CNP) será momento de articulação para composição, inscrição e apresentação de chapas que concorrerão ao mandato do Conselho Federal de Psicologia (CFP), na gestão 2017 a 2019,  uma vez que 2016 é ano eleitoral na Psicologia brasileira.  Esse mesmo procedimento foi realizado nos Coreps, que marcaram o encerramento das inscrições de chapas interessadas em disputar as gestões dos Regionais.

Vale ressaltar que, para a/o profissional garantir a sua participação no processo eleitoral do Sistema Conselhos é importante realizar a atualização cadastral. Para atualizar o seu cadastro, siga as orientações da imagem ao lado.

Expectativa para o CNP
A delegação eleita no 4º Corep para o 9º CNP espera garantir a representatividade capixaba em Brasília.

“A expectativa é de poder representar a categoria do nosso Conselho e contribuir, nacionalmente, para pensar e refletir sobre as possibilidades de atuação do próximo triênio das gestões do (Sistema Conselhos de Psicologia). E de continuar atuando no aprimoramento da nossa prática”, pontua a psicóloga e delegada do 9º CNP,  Roberta Zacché Iglesias.

A conselheira do CRP-16 Barbara Lara de Araújo Merçoni, também delegada do 9º CNP,  ressalta a importância de se articular para aprovar as propostas do Estado.

“Espero que consigamos levar as propostas aprovadas no Estadual (4º Corep) para serem aprovadas na etapa nacional (CNP), articulando com os demais conselhos que têm realidade próxima à nossa, garantindo a representatividade do nosso Estado e do nosso Conselho no Congresso Nacional”, frisa a conselheira, que integrou a Comissão Organizadora Regional (Comorg) do 4º Corep.

Ela aponta ainda para o caráter democrático do CNP. “É incrível essa realização do Sistema Conselhos. Em outros conselhos profissionais não existe essa participação democrática. É muito importante vivenciar isso, representando o Estado para construir as diretrizes da Psicologia como ciência e profissão para os próximos três anos, além dos enfrentamentos necessários diante dos retrocessos que estamos vendo, sem falar nas diretrizes sobre as questões de funcionamento administrativo e financeiro do Sistema Conselhos”, ressalta.

Além de Roberta e Barbara, as psicólogas Sabrina Cordeiro Ribeiro, Juliana Gomes de Figueiredo, Maria Carolina Fonseca Barbosa Roseiro, Tammy Andrade Motta, Marina Francisqueto Bernabé, Juliana Brunoro de Freitas  e o psicólogo Diemerson Saquetto vão representar o CRP-16 no 9º CNP.

Construção

O 9º Congresso Nacional da Psicologia (CNP) é a etapa final e que definirá as diretrizes políticas para atuação do Sistema Conselhos nos próximos três anos. É importante lembrar que, aqui no Estado, essa construção teve início ainda em 2015, quando foram realizados os primeiros eventos preparatórios ao 4º Corep. Já neste ano, o CRP-16 realizou dez pré-congressos, em diversas cidades capixabas, onde eram eleitas/os as/os delegadas/os e aprovadas as propostas para o Congresso Regional.

delegadas

Organizado por profissionais, pré-congresso livre elege delegadas/os ao 4º Corep. A psicóloga Roberta é eleita ao Regional neste evento na Região Serrana do ES

Uma novidade deste ano foi a possibilidade da realização dos pré-congressos livres, organizados a partir de demandas locais e por profissionais de determinada região. A psicóloga Roberta Zacché Iglesias saiu delegada ao 4º Corep a partir do 1º pré-congresso livre, realizado a partir da organização de trabalhadoras/es de Santa Maria de Jetibá, Região Serrana do ES.

“Foi bem interessante. Não só esperar a representação (no caso, o CRP-16) puxando demandas. Nós trouxemos a discussão localmente, que já existe mas nem sempre com essa articulação junto ao Conselho. Essa interiorização devia se tornar uma prática mais cotidiana. E a organização do pré-congresso livre por profissionais da região comprova isso”, argumenta a psicóloga.

Sistematização
O processo de construção democrática das diretrizes de atuação ético-políticas da Psicologia reuniu mais de 1,3 mil pessoas de todo o Estado (juntando eventos preparatórios, pré-congressos e a etapa estadual), culminando no maior evento da profissão no Espírito Santo: o Congresso Regional da Psicologia (Corep).

Promovida pelo CRP-16, a quarta edição do encontro teve 62 psicólogas/os e dez estudantes de Psicologia, que participaram e contribuíram com o a realização desta que foi a etapa final de discussão dos rumos da profissão no Espírito Santo: o 4º Corep.

O 4º Corep sistematizou mais de 160 propostas (levantadas nos eventos que o antecederam), durante os dois dias de trabalho. A plenária final aprovou 30 propostas para serem levadas ao CNP. Foram 10 propostas por cada um dois eixos temáticos do Corep:

1 – Organização democrática do Sistema Conselhos e aperfeiçoamento das estratégias de diálogo com a categoria e a sociedade;
2 – Contribuições éticas, políticas e técnicas ao processo democrático e de garantia de direitos;
3 – Ampliação e qualificação do exercício profissional no Estado de garantia de direitos. 

Estudantes. Além das/os delegadas/os, participarão do 9º CNP estudantes que representarão cada região. Eles terão direito a voz, mas não a voto, de acordo com o regulamento. A representante do movimento estudantil do ES em Brasília será a estudante Sâmia Brito de Oliveira. Ela foi escolhida pelas/os estudantes que participaram do 4º Corep.

Os comentários não refletem a opinião do CRP-16 sobre o assunto e são de inteira responsabilidade de seu autor, que poderá responder à Justiça caso cometa injúria, calúnia, difamação ou agressão a outrem e a esta autarquia, conforme os Termos e Condições de Uso do site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *