Envelope laranja e branco Impressora laranja e branca Mapa do Site Tamanho da Fonte Ícone de + para aumentar a fonte Ícone de A para retornar à fonte padrão Ícone de + para diminuir a fonte Contraste Ícone habilitar contraste Ícone desabilitar contraste
Logo do Facebook Logo do Flickr Logo do Instagram
Logo do Conselho Regional de Psicologia

4º Corep aprova 7 moções de apoio, de repúdio e de recomendação

Postado no dia 5 de maio de 2016, às 18:50

Acesse a íntegra dos documentos aprovados sobre temas como: laicidade, movimentos sociais, situação de trabalhadoras/es e movimento estudantil

mocoes_repudio


Relembrando um momento emocionante do 8º Congresso Nacional da Psicologia (CNP), o 4º Congresso Regional da Psicologia do Espírito Santo (4º Corep-ES) aprovou sete moções, durante o segundo e último dia do evento, realizado no Sesc de Guarapari, nos dias 29 e 30 de abril de 2016.

Antes da aprovação das moções (sendo três de repúdio, três de apoio e uma de recomendação), o secretário da mesa diretora do 4º Corep, conselheiro do CRP-16 Cleilson Teobaldo dos Reis, apresentou o vídeo da moção de repúdio à Clínica Santa Isabel, realizada no 8º CNP, em 2013. A moção proposta pelo CRP-16 não foi apenas aprovada, mas também motivou diversas delegações de todo o Brasil a repudiarem instituições manicomiais de suas regiões.

Após o vídeo (que pode ser conferido no link acima do 8º CNP), a mesa diretora conduziu a aprovação das seguintes moções:

De apoio
Moção de apoio à laicidade e ao estado democrático
Moção de apoio aos movimentos de luta contra o racismo
Moção de apoio ao movimento estudantil nos Coreps e no CNP

De repúdio
Moção de repúdio à situação das trabalhadoras e dos trabalhadores de Cariacica
Moção de repúdio ao munícipio de Vila Velha
Moção de repúdio à violência contra a mulher

De recomendação
Moção de recomendação sobre as representações estudantis nos Coreps

 

Os comentários não refletem a opinião do CRP-16 sobre o assunto e são de inteira responsabilidade de seu autor, que poderá responder à Justiça caso cometa injúria, calúnia, difamação ou agressão a outrem e a esta autarquia, conforme os Termos e Condições de Uso do site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *