Envelope laranja e branco Impressora laranja e branca Mapa do Site Tamanho da Fonte Ícone de + para aumentar a fonte Ícone de A para retornar à fonte padrão Ícone de + para diminuir a fonte Contraste Ícone habilitar contraste Ícone desabilitar contraste
Logo do Facebook Logo do Flickr Logo do Instagram
Logo do Conselho Regional de Psicologia

Seminário Nacional de Psicologia e Políticas Públicas: CRP-16 participa da etapa Sudeste

Postado no dia 28 de maio de 2018, às 16:28

Será nos dias 7 e 8 de junho, em Belo Horizonte, Minas Gerais



Após realizar três rodas de resistência (eventos preparatórios) à etapa do Sudeste do IX Seminário Nacional de Psicologia e Politicas Públicas, o CRP-16 vai a Belo Horizonte, Minas Gerais, participar do evento regional, nos dias 7 e 8 de junho. Esta será a etapa Sudeste do IX Seminário Nacional.

O encontro será transmitido ao vivo pelo Youtube do Conselho Federal de Psicologia.  Na etapa Sudeste, o Conselho Regional do ES será representado pelas psicólogas: Juliana Brunoro de Freitas e Sabrina Ribeiro Cordeiro (conselheiras da Comissão de Políticas Públicas e Sociais do CRP-16); e Mariana Moulin Brunow Freitas (assessora técnica de Pesquisa em Psicologia e Políticas Públicas do Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas – Unidade Espírito Santo (Crepop/ES); e pelo psicólogo e conselheiro do CRP-16, Diemerson Saquetto.

A conselheira Sabrina será uma das palestrantes da primeira mesa do Seminário que terá como tema: “O estado e a produção de subjetividades violadas”. Ela explica sobre o processo de construção do evento.

“O Seminário da Região Sudeste é a etapa regional do Seminário de Políticas Públicas, organizado por todos os Crepops do Sistema Conselho de Psicologia. Os Conselhos Regionais de Psicologia e o CFP se organizaram em torno da demanda de construir o seminário, que teve uma etapa nacional (em novembro de 2017) e agora terá as regionais. Cada região no âmbito dos seus conselhos regionais produziram as rodas de conversas locais (veja abaixo como foram as realizadas pelo CRP-16) para levar subsídio às etapas regionais, que no caso da nossa será nesta quinta-feira, 7, e sexta-feira, 8”, informa a psicóloga.

Sabrina aborda ainda como será a etapa do Sudeste.

“Vão ter três diferentes momentos Vamos ter a parte das mesas. O segundo momento serão os trabalhos inscritos. E o terceiro momento serão às rodas de resistência. Foram eleitos quatro eixos temáticos (confira no link da programação do evento) e nós vamos participar da mediação dessas rodas, falando diversos aspectos da prática profissional. E a partir das rodas de resistência, nós vamos tentar elaborar alguns encaminhamentos do Sistema Conselhos para poder agrupar a categoria em torno dessas demandas de atuação técnica, ética, política dos profissionais de Psicologia nas políticas públicas”, argumenta a conselheira.

Em relação à inscrição de trabalhos, Sabrina aponta a grande contribuição da categoria do ES: “É muito importante destacar que o Espírito Santo teve várias/os psicólogas/os que inscreveram trabalhos e estão levando suas produções, no âmbito das políticas públicas, para apresentarem neste seminário. São trabalhos muito qualificados, que vão mesmo mostrar um pouco do que temos produzido de conhecimento aqui, localmente, do nosso envolvimento no âmbito das deliberações com relação à construção das políticas públicas, e da participação nos espaços de movimentos sociais, nos espaços de conselhos de direitos, além de trabalhos de pesquisadores que têm produzido conhecimento no âmbito da academia”.

Vale ressaltar que Sabrina também será facilitadora de uma das discussões da roda de resistência. O conselheiro Diemerson será debatedor de uma das discussões da apresentação de trabalhos e facilitador de uma das rodas de resistência.

Confira aqui os detalhes sobre os temas a serem discutidos na programação do evento.

Veja aqui mais informações sobre o encontro em Minas Gerais.

Rodas de resistência do CRP-16
O Conselho definiu os eventos preparatórios à etapa Sudeste do IX Seminário Nacional como rodas de resistência. E três foram realizadas pelo CRP-16 por meio do Crepop/ES e da CPOPS do Conselho, no mês de maio.

A primeira aconteceu na Serra, na Grande Vitória. Em seguida foi realizada a roda de resistência em Santa Maria do Jetibá, Região Serrana do Estado, no dia 9. Na sequência, aconteceu a de Linhares, Região Norte do ES, no dia 16.

Propostas
A roda de resistência da Serra apontou como propostas:

– necessidade de uma formação continuada na área e com a sugestão da realização de mais rodas de resistência;
– importância de se discutir a saúde do trabalhador;
– capacitação nas graduações;
– articulação em rede e a legitimação da Psicologia na gestão pública;
– empoderamento do usuário foi outro apontamento do encontro.

Em Santa Maria, a roda propôs:
-ofertar disciplinas sobre políticas públicas, na graduação, e possibilitar a transversalização das políticas nas outras matérias;
-possibilitar a formação dos usuários dos serviços/equipamentos em políticas públicas;
-auxiliar na atualização dos professores de Psicologia;
-fortalecer a articulação da categoria profissional para as trocas, práticas inovadoras, em múltiplos espaços para discussão;
-alteração da lei que contempla as atividades restritivas dos Psicólogos (Lei 5.766 de 20/12/1971), com construção coletiva de alguns parâmetros com as modalidades de atuação;
-Pontuar o que o psicólogo faz e não só o que não faz.

E a de Linhares levantou estas propostas:
– alteração das diretrizes curriculares, tendo vista  a ausência de prepara da psicologa para a atuação nas
políticas públicas;
– mobilização da categoria através de espaços coletivos de discussão (fóruns, rodas de conversa etc);
– encaminhamento de denúncias ao Ministério Público, visando a garantia das equipes mínimas nos equipamentos públicos com a entrada das profissionais via concurso.

Os comentários não refletem a opinião do CRP-16 sobre o assunto e são de inteira responsabilidade de seu autor, que poderá responder à Justiça caso cometa injúria, calúnia, difamação ou agressão a outrem e a esta autarquia, conforme os Termos e Condições de Uso do site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *