Envelope laranja e branco Impressora laranja e branca Mapa do Site Tamanho da Fonte Ícone de + para aumentar a fonte Ícone de A para retornar à fonte padrão Ícone de + para diminuir a fonte Contraste Ícone habilitar contraste Ícone desabilitar contraste
Logo do Facebook Logo do Flickr Logo do Instagram
Logo do Conselho Regional de Psicologia

#ChuvasES: CRP-16 orienta categoria a seguir instruções e alertas da Defesa Civil

Postado no dia 28 de janeiro de 2020, às 15:39

Acompanhando as ações desde o dia 18 de janeiro, Conselho faz avaliação situacional de municípios atingidos 

Em função do alerta máximo da Defesa Civil em relação às recentes chuvas que atingiram o Estado, bloqueios nas estradas e incontáveis situações críticas, orientamos as(os) profissionais de Psicologia a seguirem as instruções e alertas da Defesa Civil de seu município, bem como os alertas oficiais divulgados pelo Governo do Estado, e que não se dirijam aos locais afetados sem buscar orientações básicas de segurança.

O CRP-16 está desde o dia 18 de janeiro de 2020 trabalhando de acordo com suas atribuições no PEPDEC, o Plano Estadual de Proteção e Defesa Civil, que prevê ações que são desenvolvidas pelo Comitê Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC).

Organograma do Comitê se encontra na página 35 do PEPDEC

 

CRP-16 faz avaliação situacional
Desde 18 de janeiro, o CRP-16 está elaborando uma avaliação situacional nos municípios de Iconha, Vargem Alta e Alfredo Chaves para planejamento de ações orientativas e de apoio à gestão pública do atendimento psicológico em saúde e assistência social, em articulação com Sesa (Secretaria Estadual de Saúde) e a Setades (Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social). A previsão é de finalizar esta avaliação até o dia 31.

Caso haja necessidade, o Conselho informará a categoria sobre a convocação e a orientação para atuação nos municípios afetados, a partir da articulação com o Governo estadual.

Diante da gravidade dos acontecimentos em todo o Estado, orientamos que as ações de voluntariado devem ser realizadas em articulação com a Defesa Civil e o poder público local, pois há risco nas áreas afetadas. Além disso, essas ações exigem, para psicólogas(os), requisitos mínimos quanto à ética profissional.

O CRP-16 tem se articulado ao poder público nas ações de resposta imediata e de posvenção em situações de emergências e desastres. Psicólogas(os) do SUS e SUAS que necessitem de orientação técnica referente à atuação nessas situações podem entrar em contato com CRP-16, através do e-mail: eventos@crp16.org.br.

Os comentários não refletem a opinião do CRP-16 sobre o assunto e são de inteira responsabilidade de seu autor, que poderá responder à Justiça caso cometa injúria, calúnia, difamação ou agressão a outrem e a esta autarquia, conforme os Termos e Condições de Uso do site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *