Envelope laranja e branco Impressora laranja e branca Mapa do Site Tamanho da Fonte Ícone de + para aumentar a fonte Ícone de A para retornar à fonte padrão Ícone de + para diminuir a fonte Contraste Ícone habilitar contraste Ícone desabilitar contraste
Logo do Facebook Logo do Flickr Logo do Youtube
Logo do Conselho Regional de Psicologia

Conselho é destaque na imprensa capixaba

Postado no dia 28 de junho de 2017, às 17:47

Leia a análise do presidente do CRP-16, Diemerson Saquetto, sobre o pronunciamento de Michel Temer, divulgado em rede nacional no dia 27

diermerson_pronuntemer_2806

“Quando o ser humano é encurralado, dentre as respostas comportamentais defensivas possíveis existem as do tipo de fuga e de esquiva. Presenciamos no pronunciamento do atual Presidente Temer um conjunto de respostas de quem fora acuado por sérias acusações. Os animais selvagens tendem a se tornar agressivos quando colocados em situações de defesa para se proteger, o ser humano, igualmente o faz. Em um conjunto imenso de recursos de oratória, Temer buscava demonstrar sua defesa nos moldes do cão encurralado. Demonstrações de pseudo-força como quem rosna ou mostra os dentes. Na história política presenciamos várias manifestações igualmente repudiosas, como quando Vargas criara ficções para dar sustentação às suas intempéries ditatoriais, nutrindo inimigos imaginários a quem deveria enfrentar em defesa do país, criando bodes que lhes expiassem os crimes. Temer se apresenta como o novo “arauto da esperança” mostrando habilidades discursivas que nutrem sua ficção ilegítima de bom gestor. Estamos diante de uma possível manipulação do real, repertório compartilhado por seus pares, ou seja, por meio de uma irônica atuação a fantasia política tende a dizer que não existe aquilo que se faz presente”.

Diemerson Saquetto, presidente do Conselho Regional de Psicologia do Espírito Santo

Confira aqui a íntegra da página em que foi publicada a análise do conselheiro-presidente do CRP-16.

CompartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someonePrint this page

Os comentários não refletem a opinião do CRP-16 sobre o assunto e são de inteira responsabilidade de seu autor, que poderá responder à Justiça caso cometa injúria, calúnia, difamação ou agressão a outrem e a esta autarquia, conforme os Termos e Condições de Uso do site.