Envelope laranja e branco Impressora laranja e branca Mapa do Site Tamanho da Fonte Ícone de + para aumentar a fonte Ícone de A para retornar à fonte padrão Ícone de + para diminuir a fonte Contraste Ícone habilitar contraste Ícone desabilitar contraste
Logo do Conselho Regional de Psicologia

Consciência Negra: confira a luta do Sistema Conselhos e da categoria contra o racismo

Postado no dia 19 de novembro de 2022, às 21:46

20 de novembro é o Dia da Consciência Negra. Em lembrança à data, o CRP-16 resgata o histórico do Sistema Conselhos de Psicologia e de psicólogas/os pretas em favor de uma Psicologia antirracista e do enfrentamento do racismo nas práticas psicológicas na perspectiva dos direitos humanos e dos preceitos éticos da profissão.

Há 20 anos, o CFP publicava a Resolução CFP nº 18/2002, conjunto de normas para atuação de psicólogas em relação ao preconceito e à discriminação racial. O documento, elaborado com base na Declaração Universal dos Direitos Humanos, na Convenção Internacional sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial, na Constituição e no Código de Ética, estabelece condições para atuação profissional visando eliminar a opressão e a marginalização do ser humano gerada pelo preconceito racial que humilha e gera sofrimento.

Desde então, o Sistema Conselhos de Psicologia fortaleceu a discussão promovendo eventos, participando de marchas, divulgando notas e campanhas que tratam da questão racial de negras, indígenas e quilombolas.

Linha do tempo. Confira as produções do Sistema Conselhos de Psicologia de enfrentamento do racismo. Clique aqui.

Neste cenário, o CRP-16 destaca o lançamento do documento de Referências Técnicas Para Atuação Profissional: Relações Raciais, em 2017. No mesmo ano, o Conselho realizou o colóquio “Escurecendo Olhares na Psicologia”, marcando o lançamento das referências no Estado. No ano seguinte, em 2018, o CRP-16 criou a sua Comissão de Relações Raciais, a partir de um grupo de estudo das referências.

Racismo é coisa da sua minha cabeça ou da sua?
Esta pergunta dá nome a uma importante campanha das comissões de Direitos Humanos dos Sistema Conselhos, lançada em 2020. A campanha prevê uma série de ações que devem ser realizadas até dezembro de 2022. Ela visa aprimorar o exercício profissional, considerando os temas do racismo contra a população negra e indígena, da branquitude e da interseccionalidade de raça, etnia, classe, gênero e deficiência. NO LINK DA BIO: conheça as peças da campanha.

Conheça a campanha
VÍDEOS

Institucional

 

Lançamento da Campanha

 

Maria de Jesus Moura

Eliane Silvia Costa

 

Thaynara Sousa Silva

Iolete Ribeiro da Silva

 

Jeane Saskya campos Tavares

Jaqueline Gomes de Jesus

Arthur Fernandes Sampaio

Claudia Mayorga

Ematuir Teles de Sousa

Andréa Ferreira Lima Esmeraldo

Vitória Bernardes

Filippe de Mello Lopes

Cinthia Vilas Boas

PODCASTS

Racismo: é coisa da minha cabeça ou da sua?

Descrição do episódio

Todo mês, um novo episódio pretende colocar em debate questões como racismo, branquitude, negritude, resistência indígena e quilombola, violência, família, gênero e sexualidade, deficiência, saúde mental, políticas públicas, entre outros temas. Produzidos pela Comissão de Direitos Humanos (CDH/CFP), os episódios pretendem dialogar com a categoria e a sociedade visando promover ampla reflexão acerca dessas questões.


Episódio 01

Questões étnico raciais no Brasil e na América Latina

Descrição do episódio

Neste 1º episódio, trouxemos como convidadas(os) a psicóloga Vanessa Terena (CRP 14/07450-9); o conselheiro do CFP, Robenilson Barreto (CRP 23/1663); e o indígena do território Tupinambá e Docente na Universidade Estadual Santa Cruz (UESC) e no Programa Pós-Graduação Ensino Relações Étnico Raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia, Casé Angatu Xukuru Tupinambá. As(os) convidadas(os) debateram sobre as estratégias de sobrevivência do povo negro e indígena.


Episódio 02

Abordagens Clínicas e Negritude #abordagensclinicas

Descrição do episódio

O 2º episódio do Podcast que faz parte da campanha “Racismo é coisa da minha cabeça ou da sua?” está no ar. Neste episódio teremos como convidadas(os): Jeane Tavares, Isabela Souza Santos e Kwame Yonatan. A apresentação é de Cinthia Vilas Boas.


Episódio 03

Saúde Mental: População Negra, Indígena e Quilombola

Descrição do episódio

Neste episódio, teremos a participação de Maria Lucia Silva, Geni Núñez, Saulo Fernandes e Daniele Muniz. A apresentação é de Thaynara Sipredi.


Episódio 04

Ancestralidade, patologia e diagnóstico

Descrição do episódio

Para discutir o tema deste 4º episódio foram convidadas(os) Nita Tuxá, Abraão e Paulo Vitor. A apresentação é de Thaynara Sipredi.

 


Episódio 05

Intelectuais negras contribuindo para a construção da Psicologia

Descrição do episódio

Para este diálogo, nós convidamos mulheres negras da Psicologia atual para falar sobre três intelectuais também negras que deram grandes contribuições para a Psicologia brasileira no passado.


Episódio 06

População LBT e a Psicologia

Descrição do episódio

Para este diálogo, nós convidamos Céu Cavalcanti, Arthur Sampaio e Danilo Tupiniquim.


Episódio 07

Contribuições da negritude para a Psicologia nortista e nordestina

Descrição do episódio

No 7º episódio do nosso Podcast nós tivemos como convidadas as especialistas Iolete Ribeiro e Conceição Costa (Ceça).

SÉRIE PSICOLOGIA NO ENFRENTAMENTO DO RACISMO

Assista ao trailer

______________________________________________________________________

EPISÓDIO 1

Se raças não existem, por que falar sobre elas?

Palestrantes: Fernanda Lopes, Eliane Silvia Costa e Vanessa Silva

______________________________________________________________________

EPISÓDIO 2

Quem Somos Nós no Brasil (Negros e Indígenas)

Palestrantes: Marcilene Lena Garcia de Souza e Itaynara Tuxá


EPISÓDIO 3

É Uma Questão de Branquitude

Palestrantes: Lia Vainer Schucman e Luciana Alves


EPISÓDIO 4

Sim, nós somos racistas

Palestrantes: Claudia Mayorga e Robenilson Barreto


EPISÓDIO 5

520 Anos de Luta Antirracista no Brasil: Balançando as Estruturas

Palestrante: Flávio Gomes


EPISÓDIO 6

A Saúde de Todos Importa

Palestrante: Jaqueline de Jesus


EPISÓDIO 7

Nossos Passos Vêm de Longe

Palestrante: Casé Angatu Xukuru Tupinambá


EPISÓDIO 8

Saberes e Práticas Psicológicas Antirracistas e Decoloniais para o Campo da Saúde

Palestrantes: Emiliano de Camargo David e Paula Gonzaga


EPISÓDIO 9

Saberes e Práticas Psicológicas Antirracistas e Decoloniais para os Campos da Interface com a Justiça e Psicopedagogia e para o Campo da Psicologia Educacional/Escolar

Palestrantes: Adriana Eiko e Cacio Romualdo Conceição da Silva


EPISÓDIO 10

Saberes e Práticas Psicológicas Antirracistas e Decoloniais para o Campo da Avaliação Psicológica e Neuropsicologia

Palestrantes: Leogildo Alves Freire e Flávia Heloísa

 


EPISÓDIO 11

Psicologia Decolonial e a Articulação Com os Saberes de África e América Latina

Palestrantes: Denise Botelho e Geni Nunez

PRÊMIO PROFISSIONAL VIRGÍNIA BICUDO
Virgínia Leone Bicudo foi a primeira mulher a fazer análise na América Latina, a primeira estudiosa a redigir uma tese sobre relações raciais no Brasil e também a primeira psicanalista não médica no país. Integrou o primeiro Conselho Federal de Psicologia, sendo a ata de sua posse datada de dezembro de 1973, também é a pioneira de debates ainda hoje extremamente relevantes e necessários.

Em 2021, o Conselho Federal de Psicologia lançou o Prêmio Profissional Virgínia Bicudo como forma de enaltecer o pioneirismo e a valiosa contribuição para a Psicologia brasileira. A iniciativa pretende fomentar a divulgação de estudos e ações exitosas no campo da Psicologia e sua interface com as questões raciais.

O prêmio tem como objetivo identificar, valorizar e divulgar estudos e ações de psicólogas(os) e coletivos que envolvam a Psicologia e as Relações Étnico-Raciais fundamentadas nos Direitos Humanos e que tenham impacto na saúde mental, na redução das desigualdades sociais e no posicionamento antirracista.

Vencedoras(es) do Prêmio Profissional Virgínia Bicudo

 

 


Documentos

Regulamento


Notícias relacionadas

Conselho Federal de Psicologia anuncia as(os) vencedoras(es) do Prêmio Virgínia Bicudo
Prêmio Profissional Virgínia Bicudo: CFP abre inscrições em setembro
Prêmio Profissional Virgínia Bicudo: inscrições foram prorrogadas até 30 de novembro

Confira as publicações: volume 1 e volume 2.

Anpsinep
Em 2010, aconteceu o I Encontro Nacional de Psicólogas(os) Negras(os) e Pesquisadoras(es) sobre Relações Raciais e Subjetividades, no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo.

O objetivo era responder aos anseios das(os) participantes do evento frente aos desafios de garantir que o tema das relações raciais estivesse de fato na agenda da psicologia brasileira.

Desse encontrou nasceu a ANPSINEP, que insere-se no processo de luta e de tomada de consciência da necessidade de organização e mobilização das(os) psicólogas(os) comprometidos com o enfrentamento ao racismo e todas as formas de discriminação, como um importante recurso político.

Com o objetivo geral de implementar ações de enfrentamento ao racismo a partir da organização e articulação de psicólogas(os) comprometidas(os) com o tema da psicologia e relações raciais.

Os comentários não refletem a opinião do CRP-16 sobre o assunto e são de inteira responsabilidade de seu autor, que poderá responder à Justiça caso cometa injúria, calúnia, difamação ou agressão a outrem e a esta autarquia, conforme os Termos e Condições de Uso do site.