Envelope laranja e branco Impressora laranja e branca Mapa do Site Tamanho da Fonte Ícone de + para aumentar a fonte Ícone de A para retornar à fonte padrão Ícone de + para diminuir a fonte Contraste Ícone habilitar contraste Ícone desabilitar contraste
Logo do Facebook Logo do Flickr Logo do Instagram
Logo do Conselho Regional de Psicologia

18 de maio: em lembrança à luta antimanicomial e ao combate ao abuso contra crianças e adolescentes, CRP-16 realiza reunião online. Veja como participar!

Postado no dia 15 de maio de 2020, às 23:01

18 de Maio é Dia Nacional da Luta Antimanicomial. É também Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Para lembrar a data, o CRP-16 realiza reunião aberta e online da Comissão de Saúde do Conselho, nesta segunda-feira, 18, a partir das 19 horas.

Com o tema, Luta antimanicomial e Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes em tempos de pandemia de covid-19, a reunião será realizada pela plataforma online Zoom. Interessadas/os em participar devem se inscrever enviando e-mail para: eventos@crp16.org.br.

Inscreva-se e participe! As vagas são limitadas!

A reunião vai contar com exposições da psicóloga Maristela de Amorim Coelho, que tem atuação na área de saúde mental. E do conselheiro do CRP-16 Walter Amaro de Salles, que falará sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Luta antimanicomial 
O dia 18 de maio foi estabelecido como o “Dia Nacional da Luta Antimanicomial”, em função do Encontro Nacional com profissionais da saúde mental, realizado em Bauru, São Paulo, em dezembro de 1987. Contrárias/os às políticas públicas focadas na lógica manicomial e hospitalocêntrica, as/os trabalhadoras/es do encontro editaram a “Carta de Bauru”, documento que é um marco da luta antimanicomial no País.

Nesta data, o CRP-16 reafirma seu histórico apoio ao movimento de Luta Antimanicomial. E a Psicologia reafirma seu compromisso com a Reforma Psiquiátrica em defesa do modelo da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), cobrando mais investimentos no SUS nas políticas públicas de saúde mental, visando a ampliação da rede de atenção psicossocial em todo o país.

Combate à exploração sexual
O 18 de maio foi escolhido como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em função de um grave assassinato ocorrido no Espírito Santo, em 1973.

A data escolhida remete à da morte de Araceli Cabrera Sanchez Crespo. Menina de oito anos, violentada e morta de forma hedionda em meio a uma orgia sexual regada a drogas, no estado do Espírito Santo.

Os comentários não refletem a opinião do CRP-16 sobre o assunto e são de inteira responsabilidade de seu autor, que poderá responder à Justiça caso cometa injúria, calúnia, difamação ou agressão a outrem e a esta autarquia, conforme os Termos e Condições de Uso do site.