Envelope laranja e branco Impressora laranja e branca Mapa do Site Tamanho da Fonte Ícone de + para aumentar a fonte Ícone de A para retornar à fonte padrão Ícone de + para diminuir a fonte Contraste Ícone habilitar contraste Ícone desabilitar contraste
Logo do Facebook Logo do Flickr Logo do Instagram
Logo do Conselho Regional de Psicologia

CFP lança Guia de Orientação: Psicologia e Saúde Suplementar

Postado no dia 22 de outubro de 2019, às 18:06

Documento foi elaborado para buscar o papel da(o) psicóloga(o) na atenção em Saúde Suplementar

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) apresenta à categoria o Guia de Orientação: Psicologia e Saúde Suplementar, que aborda o papel da(o) psicóloga(o) na atenção em Saúde Suplementar, bem como a relação dessa(e) profissional com as Operadoras de Planos de Saúde.

O documento foi elaborado em parceria com alguns Conselhos Regionais de Psicologia (CRPs) e com a Federação Nacional de Psicólogos (FENAPSI), que compuseram o Grupo de Referência em Saúde Suplementar. No Guia, as(os) profissionais de Psicologia encontrarão questões sobre a organização administrativa do trabalho, rol de procedimentos e eventos em saúde, orientações técnicas e éticas, além de indicativos às(os) beneficiárias(os) de planos de saúde.

Guia de Orientação
A conselheira Rosane Granzotto, representante do CFP no Grupo de Referência em Saúde Suplementar, explica que o guia foi pensado a partir da demanda da categoria por orientações a respeito das dificuldades vividas em relação à prestação de serviços psicológicos através de convênios com operadoras de saúde suplementar. “A demanda por esta modalidade de atendimento psicológico tem crescido nos últimos anos e muitos psicólogos clínicos prestam este serviço enfrentando toda sorte de dificuldades técnicas e éticas além da precarização em termos financeiros e de carga de trabalho”, complementa.

Segundo Rosane, para que o colegiado pudesse conhecer mais profundamente estas dificuldades, alguns CRPs realizaram pesquisas junto à categoria que deram suporte para a elaboração das orientações inseridas no Guia. “Nele, a categoria poderá encontrar informações sobre o Sistema de Saúde brasileiro, a legislação que regulamenta a Saúde Suplementar, os procedimentos que podem ser oferecidos, além de orientações técnicas e éticas”, reforça.

Desta forma, Granzotto aponta que o objetivo do Guia é facilitar o trabalho da(o) psicóloga(o) nas questões práticas e contribuir para que o atendimento psicológico na Saúde Suplementar tenha a qualidade técnica e ética exigida pela profissão.

Acesse a íntegra do Guia de Orientação: Psicologia e Saúde Suplementar. 

Fonte: CFP. 

Os comentários não refletem a opinião do CRP-16 sobre o assunto e são de inteira responsabilidade de seu autor, que poderá responder à Justiça caso cometa injúria, calúnia, difamação ou agressão a outrem e a esta autarquia, conforme os Termos e Condições de Uso do site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *