ATO DENUNCIA CAOS NA SAÚDE PÚBLICA EM VILA VELHA!
Envelope laranja e branco Impressora laranja e branca Mapa do Site Tamanho da Fonte Ícone de + para aumentar a fonte Ícone de A para retornar à fonte padrão Ícone de + para diminuir a fonte Contraste Ícone habilitar contraste Ícone desabilitar contraste
Logo do Facebook Logo do Flickr Logo do Instagram
Logo do Conselho Regional de Psicologia

ATO DENUNCIA CAOS NA SAÚDE PÚBLICA EM VILA VELHA!

Postado no dia 6 de fevereiro de 2014, às 21:12

Será nesta segunda-feira, 10, às 16 horas, próximo à praça do pedágio da Terceira Ponte. Participe!

O Fórum Capixaba em Defesa da Saúde Pública realiza nesta segunda-feira, 10, em Vitória, um ato público para denunciar a situação caótica da saúde no município vizinho – Vila Velha.

Os manifestantes vão se concentrar, por volta das 16 horas, em frente ao Ministério Público Estadual (MPES), localizado próximo à praça do pedágio da Terceira Ponte.

Eles vão aproveitar o engarrafamento habitual do local para entregar panfletos aos motoristas que seguem para Vila Velha, alertando-os sobre a situação da saúde do município. Um caixão, representando o enterro da saúde pública canela-verde, além de faixas e cartazes serão utilizados no ato.

De acordo com o Fórum, a Rede Municipal de Saúde só tem capacidade para atender a 43% da população vila-velhense. E também apenas sete, das 16 unidades de saúde do município, atendem pela Estratégia de Saúde da Família. Faltam ainda recursos humanos e melhores condições de trabalho e de atendimento à população.

Concurso
O ato será ainda espaço para o Fórum – e as entidades que o compõe, ratificar a cobrança pela contratação de profissionais aprovados no concurso de 2012.

Para se ter uma ideia, o concurso oferecia 25 vagas para psicólogas(os), mas apenas oito foram chamados. A validade do concurso termina em junho deste ano podendo ser prorrogada.

No entanto, durante a vigência do certame, a Prefeitura contratou mais de 40 psicólogas(os) por meio de processo seletivo simplificado, que não garante a efetivação desses servidores.

Para o Fórum, ao optar por profissionais em caráter temporário, a Prefeitura traz prejuízos à continuidade do atendimento aos serviços de saúde essenciais à população. O ato cobra ainda melhoria nas estruturas físicas e de equipamentos de trabalho.

Confira a nota de repúdio do Fórum e a convocação para o ato. E participe desta luta!

forum_ato_vv

Os comentários não refletem a opinião do CRP-16 sobre o assunto e são de inteira responsabilidade de seu autor, que poderá responder à Justiça caso cometa injúria, calúnia, difamação ou agressão a outrem e a esta autarquia, conforme os Termos e Condições de Uso do site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *