Envelope laranja e branco Impressora laranja e branca Mapa do Site Tamanho da Fonte Ícone de + para aumentar a fonte Ícone de A para retornar à fonte padrão Ícone de + para diminuir a fonte Contraste Ícone habilitar contraste Ícone desabilitar contraste
Logo do Facebook Logo do Flickr Logo do Instagram
Logo do Conselho Regional de Psicologia

Atenção: PL do Ato Médico pode ser votado no apagar das luzes

Postado no dia 1 de dezembro de 2010, às 17:05

As entidades que lutam contra o PL receberam a informação que alguns setores do governo voltaram a pressionar pela aprovação imediata da proposição. Clique aqui e envie seu manifesto aos senadores!

No dia 23 de novembro, o presidente do Senado Federal, José Sarney, recebeu o Conselho Federal de Psicologia (CFP) e representantes de Conselhos profissionais, fóruns e associações de profissionais e usuários da saúde.

Na reunião ele assegurou que o Projeto de Lei nº 268/2002, conhecido como Ato Médico, não entrará na pauta do plenário em regime de urgência. Apesar do resultado positivo da reunião é importante que a vigilância e a mobilização continuem.

Isso porque a partir dessas últimas mobilizações as entidades receberam a informação que alguns setores do governo voltaram a pressionar pela aprovação imediata da proposição.

A preocupação de todos agora é evitar que o PL seja votado no apagar das luzes, como ocorreu na Câmara dos Deputados.

Infelizmente, isso ainda é típico de final de legislatura quando, em detrimento do debate público, alguns setores coorporativos aproveitam para aprovar matérias que não contam com consenso construído a partir do debate.

Orientação

A orientação do CFP é que os Conselhos Regionais continuem a mobilizar a categoria e que se articulem com outros atores da Saúde nos estados para ampliar a campanha.

O Conselho também solicita que os Regionais busquem o diálogo com os senadores de cada Estado e informem sobre as preocupações da Psicologia em relação ao PL.

A diretoria do CRP-16 já está discutindo a melhor forma de fazer isso e o assunto será pauta na reunião da Plenária deste sábado, 04, na sede do Conselho.

“A nossa resposta tem que ser rápida. Vamos pressionar os parlamentares e manter a articulação com outros Conselhos que também lutam contra o PL, como o Conselho de Fisioterapia, Nutrição, Serviço Social, Enfermagem”, destacou a presidente do CRP-16, Andréa Nascimento.

Nos últimos anos o Conselho já buscou essas articulações e realizou manifestações contra a aprovação do PL. Confira aqui as manifestações e a cobertura da imprensa.

Envie o seu manifesto!

Ajude a pressionar. Abaixo estão os e-mails do presidente do e das lideranças partidárias do Senado. Escreva o seu manifesto e envie para os parlamentares:

sarney@senador.gov.br; renan.calheiros@senador.gov.br; mercadante@senador.gov.br; alvarodias@senador.gov.br; romero.juca@senador.gov.br; jose.agripino@senador.gov.br; arthur.virgilio@senador.gov.br; osmardias@senador.gov.br; gim.argello@senador.gov.br; joaoribeiro@senador.gov.br; crivella@senador.gov.br; antval@senador.gov.br; inacioarruda@senador.gov.br; francisco.dornelles@senador.gov.br; maosanta@senador.gov.br; josenery@senador.gov.brmarinasi@senado.gov.br

Os comentários não refletem a opinião do CRP-16 sobre o assunto e são de inteira responsabilidade de seu autor, que poderá responder à Justiça caso cometa injúria, calúnia, difamação ou agressão a outrem e a esta autarquia, conforme os Termos e Condições de Uso do site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *